ÁREA EXCLUSIVA PARA ALUNOS
Login: Esqueci
a minha
senha
Senha:
<< Veja outras notícias     << Voltar para a Home
Cespe confirma: edital do concurso PF sai até sexta, 15, e provas em agosto
12/06/2018


Está confirmado! Após a reportagem da FOLHA DIRIGIDA apurar com exclusividade junto à PF que o edital do concurso deve sair até esta sexta-feira, 15, foi a vez do Cebraspe confirmar a informação. E mais! Além da banca organizadora confirmar que o edital sai até dia 15, o mês de provas foi informado: será em agosto.

O concurso PF 2018 sairá com 500 vagas na área policial, todas de nível superior e as inscriçõea abrem ainda em junho. Confira na entrevista abaixo.

Na sexta-feira, 8, a Polícia Federal informou que trabalha com a expectativa da publicação do extrato do contrato com o Cebraspe ser divulgado na próxima terça-feira, 12, no Diário Oficial da União. Assim, a publicação do edital do concurso PF estará liberada.

A dispensa confirmando a escolha do Cebraspe foi publicada na sexta-feira, 8. O nome da banca havia sido antecipado à FOLHA DIRIGIDA pelo presidente da Fenapef, Luis Boudens, que obteve a confirmação junto ao diretor de gestão da Polícia Federal.

Confira a distribuição das vagas do concurso PF:

  • Agente - 180 vagas;
  • Delegado - 150 vagas;
  • Escrivão - 80 vagas;
  • Perito - 60 vagas;
  • Papiloscopista - 30 vagas.

A Polícia Federal já havia também informado à FOLHA que trabalha com a intenção de divulgar a relação de aprovados (resultado final) entre os meses de janeiro e fevereiro, no início de 2019, visto que é grande necessidade de reposição no quadro de pessoal.

Em entrevisa, Cebraspe confirma que edital do concurso PF pode
sair até esta sexta-feira, dia 15

Cronograma previsto do concurso PF

  • Edital: até 15 de junho
  • Inscrições: abrem em junho e vão até julho
  • Provas escritas: agosto
  • Resultado final: entre janeiro e fevereiro de 2019

Cebraspe confirma edital do concurso PF para esta semana

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, a diretora-geral do Cebraspe, Adriana Weska, confirmou as informações referentes ao novo concurso da Polícia Federal para 500 vagas. Ela adiantou previsão de inscrições e provas do concurso, além das novas medidas de segurança adotadas pela banca.

FOLHA DIRIGIDA: Agora que o Cebraspe foi oficializado como organizador do concurso da Polícia Federal, quais serão os próximos passos rumo à abertura do concurso?
ADRIANA WESKA:
 Os passos seguintes são a assinatura do contrato, a elaboração do edital e sua posterior divulgação.

Serão divulgados cinco editais, sendo um para cada cargo, ou será um edital único? O (s) edital (ais) será (ão) divulgado (s) em junho, conforme previsto pelo ministro da Segurança, Raul Jungamnn? Todos de uma única vez? Já há uma data exata (primeira ou segunda quinzena)?
Será apenas um edital que contemplará os cinco cargos oferecidos pelo Departamento de Polícia Federal (DPF) e estamos trabalhando com a divulgação deste edital ainda para a primeira quinzena de junho.

Para cada cargo haverá um cronograma diferente, pelo menos no que tange às provas, de forma que os interessados possam concorrer a mais de uma função? A meta é aplicar as provas da primeira etapa em quais meses (para cada cargo)? Já há datas definidas?
No cronograma, a previsão de aplicação das provas objetivas para todos os cargos é  agosto. Os turnos e horários das provas serão confirmados posteriormente. Importante ressaltar que, para alguns cargos, as provas serão realizadas em turnos distintos.
 
Em relação às inscrições, a ideia é iniciá-las ainda em junho ou elas devem ser abertas em julho? O cronograma está definido?
O cronograma completo ainda está sendo fechado, mas as inscrições devem ocorrer logo após a publicação do edital de abertura do concurso, ainda em junho, e a previsão é que elas se estendam até o início de julho.

O Cebraspe já trabalha com alguma previsão de taxas para esses concursos?
Os valores das taxas ainda estão sendo definidos entre o Cebraspe e a PF.

Adriana Weska é diretora-geral do Cebaspe

Recentemente, o Cebraspe teve seu nome envolvido em operação policial, que investiga fraudes em concursos públicos na Região Centro-Oeste. Inclusive, foi comprovada a participação de um (ex) funcionário do Cebraspe na venda de gabaritos do concurso de delegado da Polícia Civil do Estado de Goiás. Como o Cebraspe se posiciona frente a esse problema e quais as garantias de que o concurso da Polícia Federal, entre outros que serão organizados pela instituição, serão pautados na lisura e transparência?
Tivemos uma situação pontual de um membro de uma quadrilha que se infiltrou no Cebraspe e quebrou um dos protocolos de segurança. Ao identificar a não observância do nosso padrão de segurança, o Cebraspe imediatamente afastou essa pessoa e comunicou o fato à polícia. A partir daí, o Cebraspe colocou-se à inteira disposição, cooperando com absolutamente tudo que as autoridades policiais requereram. 

Desde então, aumentamos ainda mais o rigor na segurança de áreas sigilosas, estabelecemos novos protocolos e adotamos diversas melhorias, sempre embasados no que há de mais moderno na área. O que nos faz ter a convicção na lisura e transparência dos eventos que realizamos é sabermos que nossos colaboradores estão comprometidos com o trabalho pautado pela excelência, que sempre almejamos realizar. E, para nós, excelência é sinônimo de respeito aos órgãos contratantes e aos candidatos, legalidade, lisura, ética, transparência, qualidade, segurança, competência e inovação.

A quais fatores a senhora credita o fato de a Polícia Federal, que é uma instituição ligada à área de Segurança, ter escolhido o Cebraspe como organizador?
Acredito que a nossa história de mais de 25 anos selecionando profissionais qualificados para atuar na Administração Pública de forma transparente e a qualidade pela qual somos reconhecidos são algumas razões. Sabemos que a área de concursos públicos é extremamente visada por quadrilhas de fraudadores, mas no Cebraspe estamos trabalhando constantemente para minimizar o risco às fraudes, inclusive com áreas de inteligência dedicadas especificamente a esse fim.

Esse é um dos nossos diferenciais e é também a ele que creditamos a chancela de órgãos como o STJ, STM, Abin e Polícia Federal, que entregaram a realização de seus certames ao Cebraspe nos últimos meses.  

O Cebraspe tem reformulado seus processos e protocolos internos de segurança? Quais medidas estão sendo tomadas para resguardar a legalidade dos concursos?
Desde que o Cebraspe foi vítima de uma quadrilha especializada em fraude de concursos públicos, adotamos muito mais rigor em todos os processos internos, na aplicação das provas e nas atividades que são realizadas após o retorno dos materiais de aplicação. Podemos dar alguns exemplos:

  • A coordenação de segurança do Cebraspe recebeu novos gestores. Profissionais com experiência no comando de operações especiais, em inteligência e que já trabalharam, inclusive, na segurança das mais altas autoridades da república. Além disso, ao término dos eventos realizados pelo Cebraspe, uma equipe de inteligência acompanha presencialmente todo o processo de organização e digitalização do material de aplicação;
  • Outra providência adotada foi fortalecer o método de desidentificação dos materiais de resposta dos candidatos. Um novo formato de código de barras foi desenvolvido pelo Cebraspe. Este é o único meio de associar um candidato à sua folha de respostas. O código foi elaborado de tal modo que instrumentos disponíveis no mercado hoje são incapazes de fazer sua leitura. Apenas instrumentos do próprio Cebraspe são capazes de associar determinado cartão de respostas ao devido candidato; 
  • A aquisição do sistema RSA Archer GRC Platform é mais uma das medidas para aumentar o controle do Cebraspe sobre seus eventos e minimizar a possibilidade às fraudes. O RSA é um sistema para gerenciamento de governança, gestão de riscos e de conformidade. Essa mesma tecnologia foi usada pelas autoridades em eventos como a Copa do Mundo Fifa de 2014 e nas Olimpíadas do Rio em 2016. Com este sistema, é possível mapear processos de trabalho, definir metas e criar alarmes automáticos, caso alguma diretriz seja descumprida.
  • Também está sendo aprimorado um sistema de data mining ou mineração de dados. Nesta metodologia, algoritmos e tecnologias avançadas são empregados para identificar padrões de comportamento e desempenho dos candidatos inscritos nos eventos do Cebraspe. Com esse sistema, é possível identificar, por exemplo, um médico prestando vestibular para medicina. Uma situação pouco provável, que pode indicar quebra de padrão. Este é um cenário hipotético em que a quebra de padrão pode ser interpretada como indício de fraude. Evidente que não cabe ao Cebraspe promover investigações, mas o mecanismo de data mining pode criar subsídios e provas úteis em caso de investigação. Ou seja, o data mining colabora para que o próprio Cebraspe denuncie alguma suspeita de fraude. Cabe salientar que esse tipo de sistema acompanha o que há de mais moderno hoje, equiparando-se a sistemas usados pelas polícias e organismos de avaliação educacional internacionais.
  • O Cebraspe adquiriu também cerca de 150 novas câmeras de monitoramento, inclusive com visão noturna, para cobrir todas as dependências do Centro. Ao todo, o Cebraspe conta com aproximadamente 350 câmeras instaladas. O sistema de monitoramento de CFTV do Cebraspe também está recebendo novos algoritmos que permitem identificar, de forma automática, comportamento não autorizado pelas equipes que atuam em áreas sigilosas do Centro.

Qual mensagem pode deixar para os futuros candidatos dos concursos da PF e outros que o Cebraspe está organizando ou organizará?
Que confiem! O Cebraspe está focado em oferecer provas completas que permitem a aferição de conhecimentos, habilidades e competências dos participantes de forma eficiente, consoantes com o já conhecido método Cespe de qualidade, uma logística de aplicação organizada e isonômica, segurança e rigor durante toda a realização de um concurso público e resultados confiáveis para os candidatos.

Essa é a nossa missão e estamos empenhados em cumpri-la. Além disso, nossa mensagem aos candidatos é que estudem para alcançarem seus sonhos de conquistar um cargo na Administração Pública e que contribuam com a sociedade brasileira.

  Fonte: Folha Dirigida. Publicado 11/06/2018 às 17:11:00 Atualizado em 11/06/2018 às 21:20:25

<< Veja outras notícias
 
Copyright © CEC - Concursos e Editora Curitiba
Rua Lamenha Lins, 80 - CEP 80250-020 - Centro - Curitiba / PR | PABX: (41) 3322.8281
Entre em contato | Veja como chegar
Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h,
e aos sábados, das 8h às 12h.